segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Células estaminais

Células estaminais
O recurso a células estaminais para combater doenças debilitantes está rodeado de controvérsia.
As células estaminais são células não especializadas que possuem a capacidade de se transformarem em qualquer tipo de tecido humano. Constituem, portanto, um recurso eficaz na criação de tecidos e órgãos saudáveis, permitindo curar doenças mortais.
A investigação científica em células estaminais embrionárias começou nos EUA, mas o despertar de preocupações éticas restringiu o seu financiamento.
No Reino Unido, autoriza-se a colheita deste tipo de células em embriões não utilizados na fertilização in vitro e a clonagem de embriões especificamente destinados à investigação. Outros países, no entanto, manifestam-se claramente contra a investigação em embriões que, de acordo com o Vaticano, é «um acto gravemente imoral». Porém, a utilização de células estaminais embrionárias parece estar para breve: os investigadores esperam testá-las já em 2006.
A células estaminais adultas são mais escassas e mais difíceis de desenvolver.
Os transplantes sanguíneos do cordão umbilical realizam-se desde 1988 e são considerados uma terapia com células estaminais adultas, pois estas provêm de bebés e não de embriões. Ao contrário do que sucede numa transfusão de sangue simples, as células estaminais presentes no cordão umbilical têm capacidade para se fixar na medula óssea e produzir células sanguíneas e imunitárias para toda a vida.
Em Portugal, o transplante de células estaminais adultas já é efectuado no tratamento de algumas patologias, como a leucemia e alguns linfomas.


Revista Science retracta-se no caso de fraude de investigador sul-coreano com células estaminais
A revista Science, uma das mais prestigiadas revistas científicas do mundo, publicou, em 2004 e 2005, dois artigos falsos do cientista coreano Hwang Woo-suk sobre a criação de linhas de células estaminais para fins terapêuticos. Os seus estudos sobre células-tronco de embriões humanos clonados, que geraram esperança em casos de doenças consideradas até agora incuráveis, tinham sido alicerçados em dados falsos.
Na sequência do facto, o director da Science anunciou a tomada de algumas medidas para evitar que casos como este se repitam, no entanto acredita-se que não se consiga conceber um sistema perfeito para evitar fraudes.
Hwang Woo-suk, que tinha sido elevado à categoria de herói nacional pela Coreia do Sul, é agora considerado um vilão. Os resultados do seu trabalho representavam um trunfo na área da biotecnologia, mas o ídolo tinha pés de barro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...